1.000.000 peças de automóvel - encontre uma peça de reposição adequada para o seu carro Exemplo

0 Produto
#
O seu carrinho está vazio
0,00 €

Motor diesel: itens essenciais

Subscrever
AS NOSSAS NEWSLETTERS

Para obter as nossas últimas notícias e dicas, insira o seu e-mail:

Muitos dos condutores que já optaram por um veículo movido a diesel estão bem conscientes das suas vantagens e peculiaridades. No entanto, aqueles que estão apenas a começar a lidar com este tipo de motores podem ter muitas perguntas. Vamos tentar tratar estas no nosso artigo.

Motor diesel: o histórico

A unidade de potência diesel foi concebida pela primeira vez em 1824, quando o físico e matemático francês Sadi Carnot teorizou que, para que uma máquina de calor seja mais eficiente, o meio de trabalho no seu interior deve ser aquecido ao seu ponto de de ignição por compressão rápida. Este princípio foi usado mais tarde como base para o primeiro motor diesel.

Ao longo dos anos, vários cientistas trabalhariam no design de motores a diesel, entre os quais Herbert Akroyd-Stuart e Gustav Trinkler. No entanto, não foi até 1887 que Rudolf Diesel conseguiu construir o primeiro protótipo praticamente aplicável e eficiente.

O inventor originalmente acreditava que o melhor combustível para o seu motor seria a poeira de carvão, mas devido às suas propriedades abrasivas e complicações decorrentes do fornecimento desse combustível aos cilindros, teve que desistir da ideia. Por outro lado, a invenção da Diesel funcionou bem em óleo vegetal e produtos petrolíferos leves.

Os motores a diesel foram constantemente melhorados e atualizados desde então. Muitos veículos modernos de passageiros e a maioria dos veículos comerciais estão equipados com essas poderosas, confiáveis e eficientes unidades de potência.

Princípio de funcionamento

Os automóveis de passageiros hoje em dia vêm com motores a 4 tempos. O seu ciclo de funcionamento inclui 4 estágios:

  1. Entrada, correspondente à rotação da cambota de 0 a 180°. Nesta fase, o ar entra no cilindro através de uma válvula aberta.
  2. Compressão: durante este curso a cambota passa de 180 a 360°. O pistão faz com que o ar já na câmara seja comprimido 16-25 vezes e a sua temperatura suba para 700-900 °C.
  3. Combustão: Nesta fase, correspondente à rotação da cambota de 360-540°, o combustível é injetado e inflamado. As substâncias produzidas como resultado fazem com que o pistão seja movido para baixo.
  4. Escape: à medida que a cambota move-se 540-720° em relação à sua posição inicial, o pistão é movido para cima e os gases de combustão são libertados.

Nos motores diesel, o combustível é fornecido através de uma bomba de injeção. Existem vários tipos de bombas de combustível usadas em veículos modernos:

  • Em linha. Estes contêm pares de pistões que equivalem aos cilindros do motor em número. A árvore de cames ligada à cambota faz com que o pistão se mova, o que alternadamente abre e fecha as aberturas de admissão. Como resultado, a pressão é criada para abrir a válvula de injeção e o combustível entra no injetor correspondente. Essas bombas são altamente confiáveis, mas são principalmente instaladas em veículos de carga: os fabricantes pararam de equipar os veículos de passageiros com bombas em linha em 2002.
  • Distributivo. A sua construção possui um ou dois pistões que executam movimentos giratórios e alternativos, distribuindo o combustível entre todos os cilindros. Isso garante uma distribuição de combustível mais uniforme, mas desgasta os componentes. Por esta razão, as bombas distributivas são instaladas principalmente em automóveis de passageiros
  • Bombas de alta pressão. Estas são usadas em sistemas de abastecimento de combustível Common Rail e servem para bombear o combustível na rampa de alimentação do combustível onde a alta pressão é sempre mantida independentemente do modo do motor. O uso deste sistema permite aumentar o torque do motor em 25% a baixas rotações e reduzir o consumo de combustível em 20%
  • Unidade injetora. Uma unidade injetora com funções de compressão e injeção corresponde a cada cilindro. O uso deste sistema permite aumentar a eficiência de combustível do veículo e reduzir a toxicidade dos gases de escape, pois o próprio processo de injeção é feito em 3 estágios. A pré-injeção garante uma combustão suave e a pós-injeção facilita a regeneração do filtro de fuligem.

5 principais vantagens dos motores a diesel

  1. Consomem significativamente menos - menos 30%, em média - em comparação com o combustível dos motores a gasolina. Isto é devido à alta pressão dentro das câmaras de ignição, design do motor, os seus princípios operativos e uma série de outros fatores. Além disso, na maioria dos países, o gasóleo tem um custo menor do que a gasolina.
  2. Nos motores diesel, o combustível queima-se continuamente logo após a sua introdução no interior, garantindo um alto torque em baixas rotações. Isso melhora a tração do veículo, o desempenho dinâmico e de manuseio.
  3. Possuem uma alta eficiência atingindo por vezes até 50%.
  4. Graças às velas de incandescência e aos injetores aquecidos, os motores a diesel arrancam sem problemas, independentemente da temperatura ambiente.
  5. Duram quase duas vezes mais do que os motores a gasolina.

Motores a diesel: 9 regras de operação dos especialistas AutoDoc

Siga estas regras simples para evitar reparações frequentes do motor e do sistema de combustível:

  1. Mude o filtro de combustívele o separador de combustível-água a tempo. Os componentes diesel são altamente sensíveis às partículas mecânicas e à água. Devido à sua construção intrincada, os injetores e os componentes da bomba ficam facilmente entupidos, enquanto o enxofre do combustível mistura-se com a água e converte-se em ácido sulfúrico que tem um efeito prejudicial sobre os componentes do motor.
  2. Certifique-se de encher com combustível de qualidade. O alto teor de enxofre em combustíveis de baixa qualidade reduz muito a vida útil e a eficiência do óleo do motor e pode causar falhas no filtro de fuligem.
  3. Evite a condução a altas rotações: cria tensão adicional no motor.
  4. Certifique-se sempre de combinar o seu combustível com a temperatura ambiente. O combustível diesel contém parafina que congela a baixas temperaturas. Portanto, no inverno recomenda-se o uso de inverno (para temperaturas entre -25 °C e 0 °C) ou combustível ártico que retém a sua viscosidade a temperaturas entre -35 °C e 0 °C. As estações de serviço geralmente indicam a faixa de temperatura do combustível que vendem.
  5. Escolha igualmente cuidadosamente os aditivos para combustível diesel. Se conduz em áreas com um clima severo, as fórmulas anti gel serão uma boa combinação para o seu automóvel. Existem também aditivos que permitem aumentar o torque e a capacidade do motor, aumentando a eficiência da combustão da mistura ar-combustível, bem como produtos de limpeza para o motor e para as linhas de combustível.
  6. A alternativa, de vez em quando, de condução urbana com viagens em campo para deixar o motor funcionar a 2.500 rpm. Neste modo de condução, os depósitos de fuligem e de carbono queimam, reduzindo o risco de injeção de injetores, o bloqueio do anel do pistão e a falha do conversor catalítico.
  7. Um motor turboalimentado não deve ser desligado logo depois de parar o carro, deve deixá-lo ocioso por 2-5 minutos para que a turbina possa arrefecer.
  8. Compre sempre o óleo do motor recomendado pelo fabricante do seu automóvel e nunca misture lubrificantes com diferentes viscosidades.
  9. Arraque de forma suave para evitar danos nas buchas dentro da turbina.

Conclusão

Os motores diesel modernos são económicos e potentes. Apesar dos estereótipos, são ecológicos e silenciosos. Os automóveis equipados com motores a diesel seriam perfeitos para calmas viagens no campo; São convenientes para grandes grupos, famílias, e não vão falhar até mesmo com o uso frequente. São muito confiáveis para todo o terreno, daí a sua popularidade com a pesca, caça e entusiastas ao ar livre. No entanto, se sempre gostou de um carro desportivo, ou tende a acelerar e a travar abruptamente ao conduzir, um automóvel movido a diesel não seria o adequado para si: o estilo de condução agressivo colocará muita pressão sobre o motor.

A reparação de um motor diesel é dispendiosa. No entanto, se seguir as dicas acima listadas, a necessidade de repará-lo não surgirá com frequência.

Compre online com desconto em ofertas especiais e promoções - TecDoc Inside

Os dados aqui apresentados, em particular a base de dados completa, não podem ser copiados. É igualmente proibido duplicar ou divulgar os dados ou a base de dados completa e/ou incumbir terceiros de exercer tais atividades, sem o consentimento prévio da TecDoc. Qualquer violação representa uma infração aos direitos de autor e será alvo de ação judicial.

Atendimento ao Cliente Internacional

Atendimento ao Cliente para Portugal[email protected]Auto-doc.pt - Linha direta e serviço de apoio ao cliente

© 2019 www.auto-doc.pt: AUTODOC Loja online

O novo site simplificado vai tornar mais fácil para si encontrar a peça certa. Procurar por peças de reposição.

Tipo de pedido Exemplo
Peças para Carros Discos de Travão
Peças para Carros + Fabricante de autopeças Filtro de Óleo HELLA
Peças para Carros + Marca do automóvel Vela de Ignição CHEVROLET
Peças para Carros + Número de artigo Escovas Limpa Vidros 9XW 178 878-141
Número de artigo 298W0065
Número de artigo + Fabricante de autopeças SKWIB-0940064 STARK
OEN 1554028
OEN + Fabricante de autopeças 1611345580 RIDEX
loader Por favor, aguarde...