1.000.000 peças de automóvel - encontre uma peça de reposição adequada para o seu carro Exemplo

0 Produto
#
O seu carrinho está vazio
0,00 €

Como fazer o arranque de um motor em tempo frio?

Subscrever
AS NOSSAS NEWSLETTERS

Para obter as nossas últimas notícias e dicas, insira o seu e-mail:

Muitos proprietários que operam os seus veículos em zonas com invernos frios têm tido dificuldades constantes ao ligar o motor na estação fria. E apesar do facto dos fabricantes estarem constantemente a trabalhar para melhorar os sistemas e tecnologias destinadas à confiança do arranque do motor independentemente das condições ambientais, sucede que o motor não pode ser iniciado em absoluto. Com este artigo, aprenderá por que isso acontece e para que não fique agora sem o seu veículo.

6 fatores que influenciam o sucesso do arranque do motor em climas extremamente frios

  1. Pré-aquecimento. É especialmente importante para os motores a diesel, que não pode ser iniciado a baixas temperaturas sem pré-aquecimento.

O princípio de funcionamento dos motores diesel é baseado na tendência do combustível à auto-ignição. O ar que entra no motor é comprimido até que a temperatura atinja 700-900°C, o que é necessário para a ignição do combustível injetado. No entanto, em tempo frio, é impossível atingir tal temperatura pelo ar comprimido. Por isso, são usadas velas de incandescência no motor para aquecer rapidamente o ar na câmara de combustão para os valores desejados. O mau funcionamento de uma única vela de incandescência pode causar problemas com o arranque do motor, por isso devem ser sempre verificadas antes do inverno.

Os motores a gasolina são menos dependentes da temperatura ambiente, em comparação com os motores a diesel, dado a estes motores; o combustível é queimado pelas faíscas geradas pelas velas de ignição. No entanto, em temperaturas abaixo de -24ºC, a gasolina não evapora; Portanto, para a formação de uma mistura mais homogénea de ar e combustível em veículos com motores a gasolina, também podem ser utilizados sistemas de pré-aquecimento.

  1. Estado da bateria. Para comprimir o ar até certo grau, é necessária uma bateria bastante potente. A carga da bateria é muito dependente da temperatura ambiente: se a carga da bateria a +20°C é considerada como 100% e, em seguida, a -20°C irá diminuir para metade e a -30°C -para 20%. Portanto, um desgaste da carga ou a insuficiente capacidade da bateria não é suficiente para acionar o motor de arranque. Além disso, as baterias com corrente de partida abaixo de 320 A não são recomendadas para o uso em veículos com motores a diesel no inverno.
  2. Propriedades do combustível. A composição do combustível determina a temperatura da sua vaporização e viscosidade, por isso na estação fria, o combustível de inverno é para ser usado; isto aplica-se a motores a gasolina e diesel. A gasolina da classe de inverno contém hidrocarbonetos de baixo ponto de ebulição, o que contribui para a formação mais eficiente da mistura de ar e de combustível e a combustão completa a baixa temperatura. O combustível diesel de inverno não é propenso à cristalização e mantém alta fluidez no frio. A temperatura do espessamento de combustível diesel pode ser reduzida com a ajuda de aditivos especiais, que também removem a água do combustível.
  3. Ordem de funcionamento do sistema de abastecimento de combustível. A formação eficiente da mistura de combustível requer uma boa atomização de combustível. Portanto, os filtros são substituídos e os injetores limpos atempadamente. Certifique-se de que o tanque de combustível está sempre cheio: num tanque meio vazio, a condensação forma-se muito mais rapidamente. Este pode congelar a baixas temperaturas, resultando numa avaria da bomba, entupimento da linha de combustível e outras falhas.
  4. Viscosidade do óleo. O lubrificante espesso move-se mais devagar através dos canais do sistema de lubrificação. Isso envolveria não só o desgaste acelerado dos componentes do motor, mas também a criação de maior carga sobre o motor. Para tornar o arranque do motor mais fácil, na estação fria, use o óleo do grau de viscosidade apropriado.
  5. Compressão nos cilindros do motor. Para fornecer a pressão de combustível necessária para a ignição do combustível, a câmara de combustão deve ser apertada. A compressão reduzida num dos cilindros torna muito mais difícil o arranque do motor na estação fria.

7 recomendações da AutoDoc que irá ajudá-lo no arranque do motor mesmo com frio intenso

  1. Sangrar o sistema de combustível para aumentar a pressão para o nível de operação. Esse método só pode ser utilizado nos veículos onde a bomba de combustível opera com a ignição ligada. Para bombear, rode a chave de ignição duas voltas para ativar a bomba de combustível, em seguida, depois de uns segundos desligue a ignição. Espere um minuto e repita. Em seguida, tente ligar o motor com o motor de arranque.
  2. Aquecer a bateria. Após o estacionamento prolongado, ligue os faróis de máximos/feixe alto ou mínimos/feixe baixo, ou a ventoinha de aquecimento por um minuto. Após um breve aquecimento, a capacidade da bateria e o intervalo da corrente de pico irão aumentar. Mas antes de ligar o motor, desligue imediatamente todos os dispositivos elétricos, para não desperdiçar em vão a carga da bateria.
  3. Aquecer a câmara de combustão. Este método aplica-se somente a veículos a diesel. Ligar a ignição, esperar que a luz indicadora das velas de incandescência se desliguem e depois desligar a ignição. Repita estas operações diversas vezes em linha. A operação das velas de incandescência irá aquecer rapidamente a câmara de combustão até ao nível desejado.
  4. Verificação e se necessário limpeza dos terminais da bateria. Devido a contactos insuficientemente confiáveis nos circuitos elétricos, a resistência de contacto aumenta, o que reduz a potência do arranque, e isso torna impossível o arranque do motor.
  5. Pressionar o pedal da embraiagem até parar. Esta recomendação aplica-se somente a veículos com caixa de velocidades manual. Ao desconectar o motor da transmissão, reduz a carga sobre o mesmo, facilitando o arranque do motor.
  6. Não opere o motor de arranque por mais de 10 segundos. Caso contrário, o equipamento de arranque pode falhar. Se o motor não arrancar após a primeira tentativa, tente novamente dentro de alguns minutos.
  7. Usar sprays de arranque rápido do motor. Estes encontram-se disponíveis entre fabricantes, tais como Liqui Moly, Presto, Mannol, e outras empresas. Estes sprays contêm ésteres, que queimam a temperaturas mais baixas do que o combustível. Isso garante a queima do combustível não só na estação fria, mas em condições de elevada humidade, quando a carga da bateria é baixa, ou as faíscas são insuficientemente eficientes. Quando estas ferramentas são usadas, é muito importante seguir rigorosamente as instruções do fabricante: ao pulverizar em demasia o spray na entrada de ar pode danificar o motor.

Conclusão. Para ligar o motor no tempo frio sem problemas, prepare-se para a estação fria com antecedência. Para este efeito, substitua o óleo de verão pelo óleo de inverno, instale um novo filtro de óleo, limpe o sistema de combustível, verifique a densidade do eletrólito na bateria e se necessário compre uma bateria de maior capacidade. Verifique também o estado das velas de incandescência e velas de ignição e o funcionamento adequado do motor e sistemas relacionados. Além disso, verifique a tensão da correia do alternador, uma vez que a eficiência deste último determina a eficiência da recarga da bateria. Lembre-se: só o funcionamento adequado de todos os sistemas do veículo garante um  arranque confiável independentemente das condições climáticas.

Compre online com desconto em ofertas especiais e promoções - TecDoc Inside

Os dados aqui apresentados, em particular a base de dados completa, não podem ser copiados. É igualmente proibido duplicar ou divulgar os dados ou a base de dados completa e/ou incumbir terceiros de exercer tais atividades, sem o consentimento prévio da TecDoc. Qualquer violação representa uma infração aos direitos de autor e será alvo de ação judicial.

Atendimento ao Cliente Internacional

Atendimento ao Cliente para Portugal[email protected]Auto-doc.pt - Linha direta e serviço de apoio ao cliente

© 2019 www.auto-doc.pt: AUTODOC Loja online

O novo site simplificado vai tornar mais fácil para si encontrar a peça certa. Procurar por peças de reposição.

Tipo de pedido Exemplo
Peças para Carros Discos de Travão
Peças para Carros + Fabricante de autopeças Filtro de Óleo BOSCH
Peças para Carros + Marca do automóvel Vela de Ignição HYUNDAI
Peças para Carros + Número de artigo Escovas Limpa Vidros 3 397 004 590
Número de artigo 3 397 008 935
Número de artigo + Fabricante de autopeças 029 550 2200 MEYLE
OEN 3 397 004 590
OEN + Fabricante de autopeças 3 397 008 935 BOSCH
loader Por favor, aguarde...